A Delicadeza do amor [Filme online]

Share

Sexta-feira é dia de filme online

Este filme tinha sido publicado inicialmente aqui no blog Verdades de um Ser em 13 de fevereiro de 2014 mas, está sendo modificado em 12/01/2018 para incluir nele o filme que poderá ser visto online aqui no blog.

Audrey Tautou (Nathalie), a mesma de O fabuloso destino de Amelie Poulain (2001), está grandiosa neste filme. E a química dela com o ator François Damiens (Markus) é perfeita. Assim como também com Pio Marmai (François). O roteiro é baseado no romance “A delicadeza” de David Foenkinos, o diretor do filme.

delicadeza2
Elenco:
Audrey Tautou …….. Nathalie Kerr
François Damiens …. Markus Lundl
Bruno Todeschini …. Charles
Mélanie Bernier ……. Chloé, a secretária de Nathalie
Joséphine de Meaux . Sophie
Pio Marmaï …………… François
Monique Chaumette ..Madeleine, a avó
Marc Citti ……………… Pierre

Direção –  David Foenkinos
Título original – La delicatesse
Produção – França, 2011
Duração – 108 minutos

Filme belíssimo que trata do amor exatamente como o título sugere – com delicadeza. Uma mulher entra num restaurante na França e lá já se encontrava sentado numa mesa um rapaz que fica conjecturando se irá ou não falar com a garota que senta em outra mesa. Ele fica imaginando o que ela pediria, se café, um suco, de quê? E resolve: se ela pedir suco de pêssego irei falar com ela. A moça chama o garçon e pede café. Depois se arrepende e diz: não, café não! Traga um suco. De…. pêssego! O rapaz fica feliz.

Na cena seguinte eles estão saindo do restaurante e ela a toma nos braços e lhe dá um beijo.

É quando o espectador vem saber que eles estão apenas comemorando o aniversário de quando se conheceram naquele restaurante.

Nathalie (Audrey Toutou), a moça do restaurante, trabalhava num teatro com uma amiga e, após o trabalho caminham pelas ruas, à noite até encontrarem o marido da amiga que a aguardava numa moto. Eles a convidam para saírem juntos mas ela recusa dizendo que François, o rapaz do restaurante, seu marido a esperava em casa.

delicadeza1

A suavidade e a singeleza com que o diretor nos apresenta “A delicadeza do amor” são tocantes, deixando-nos envolvidos e encantados com tamanha beleza. Nathalie é uma típica francesa que seduz sem intenção, pelo simples fato de ser. A dor por que passa é profunda e dilacerante mas, não lhe tira a delicadeza nem a suavidade. Ao perder François de forma trágica, se isola num mundo pessoal que a mãe tenta invadir e ela, suavemente, deixa-a falando sozinha. Recebe cantadas do chefe que enfrenta com firmeza mas não, sem delicadeza, suavidade.

Um belo dia, sem motivo aparente, e também sem consciência do ato, Nathalie tasca um beijo voluptuoso num subordinado em pleno ambiente de trabalho, o que o deixa atônito. E, com a mesma suavidade, vai nascendo e crescendo um amor entre ambos que culmina com o envolvimento amoroso dela com Markus na casa da avó, local onde passara sua infância e onde também crescera François, embora ela só tenha conhecido ele em Paris. Resgatando esses retalhos de sua infância, Nathalie recupera sua vida e seu amor sem nunca ter perdido a delicadeza.

Há três cenas no filme que merecem destaque: a dança de Nathalie numa boate acompanhada da amiga, momento em que ela entrega-se inteiramente à música; o presente de Markus para ela no trabalho na comemoração do aniversário de uma das funcionárias e o terceiro, não posso contar pois estragaria o final do filme mas, certamente quem assistir descobrirá a que momento me referi. Um filme realmente maravilhoso, com  músicas belíssimas de  Emilie Simon e que recomendo a todos! Em especial aos casais que irão curtir a história de forma romântica e suave.

Mereceu quatro estrelinhas.

 

Leia com atenção

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se algém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

contato-blog

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share