Share


saoluiz
 A coisa mais presente na minha memória antiga é o Cinema de Arte, constituído por uma sessão que acontecia aos sábados pela manhã no Cinema São Luiz, o mais luxuoso e requintado cinema daqui do Recife – PE, onde moro.
Como sempre fui alucinado por cinema, o Cinema de Arte era figura obrigatória no meu dia a dia. Acontece que eu estudava no Colégio Militar e de lá não podia sair sem estar fardado. Também não podia entrar no cinema fardado então, o que fazer? Eu inventava, claro! Não podia obviamente trocar de roupa na praça. Como resolver o impasse? Simples! Eu vestia uma roupa por baixo da farda, saia do colégio e quando chegava na praça tirava a farda sem fazer strip tease. Botava a farda numa sacola e ia todo faceiro pra o cinema.
Lá assisti a filmes maravilhosos, dos quais o mais marcante foi ‘Cidadão Kane’, com Orson Wells e ‘O Processo’, baseado no livro de Kafka. Após a sessão de um desses dois, não tenho mais a lembrança clara de qual deles, a plateia do cinema inteiro, que estava lotado, levantou-se a aplaudiu de pé por mais de dois minutos. Como se estivesse num teatro, ópera ou show. No cinema cabiam de 900 a 1000 pessoas. Foi emocionante!
saoluiz1
O Cinema São Luiz é um cinema muito tradicional aqui de Recife. Existem dois cinemas homônimos no Brasil, um aqui no Recife e outro em Fortaleza. Não sei se o de Fortaleza ainda permanece mas o do Recife, após passar por uma reforma e alto investimento continua com o mesmo brilho. Ele era tão tradicional e de elite que, na década de 50 do século passado, para ter acesso ao cinema, os homens tinham que estar de terno e as mulheres de longo. Até crianças tinham que respeitar essa regra. Recordo-me muito bem quando, ainda criança de uns 5 ou 6 anos, foi preciso comprar um paletó pra mim pra eu poder ir ao cinema. Isto foi pra assistir Sissi.

Nos anos 70 eu creio, o Cinema de Arte foi deslocado para uma sala permanente no Cinema de Arte Coliseu, em Casa Amarela sobre o qual já postei alguma coisa aqui no blog.

saoluiz2
The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share