Need for speed [Filme]

Share

Direção – Scott Waugh

need-for-speed

Filme completamente previsível mas, uma ótima diversão. Muita ação, velocidade, um pouco de suspense e uma pitadinha de romance, muito de leve.A crítica especializada foi muito desfavorável ao filme. O Alexandre Russo, do site Adoro Cinema, por exemplo, deu 1,5 estrelinhas e fez severas críticas com as quais não concordo. Inclusive, foi quase unanimidade dos comentários, que a crítica dele era ruim.

need for speed5

Tela de um dos jogos Need for Speed

Need for speed é um vídeogame da Eletronic Arts, de corrida de carros, muito popular, especialmente nos Estados Unidos mas, por aqui também tem muitos fãs. A produção do filme começou em 2012 e as filmagens em 2013. O roteiro foi escrito pelos irmãos George Gatins e John Gatins. Scott Walgh faz um filme diferente. Poucas vezes, alguém pensou em adaptar algum videogame ao cinema. Muitos e muitos livros já foram adaptados, vidas de atores, diretores, presidentes, celebridades, também. Mas videogame, foram pouquíssimos. Ele consegue reproduzir as emoções do videogame para as telas e, uma grande parte dos amantes dos jogos eletrônicos, certamente, irá adorar o filme. Os amantes de carros possantes e bonitos idem. O filme é uma verdadeira vitrine de carros caríssimos, vistosos e possantes.

need-for-speed2

Tobey Marshall (Aaron Paul), é um mecânico, dono de uma oficina de carros de corrida, que é acusado de um crime que nunca cometeu. Ele havia sido convidado por Dino Brewster (Dominic Cooper), um empresário no mundo da customização de carros de corrida, para construir um carro mitológico. Como ele estava precisando de dinheiro, aceita o desafio, apesar de Dino ser seu desafeto.
Julia Maddon (Imogen Poots) é uma negociante de carro exótica e esclarecida que conecta os ricos com supercarros de alta qualidade e que termina se tornando aliada de Tobey, participando com ele de uma escapada. Para impressionar Monarch (Michael Keaton), um recluso e excêntrico organizador de uma competição secreta de supercarros – a .De Leon, ele empreende uma escapada da polícia pelas ruas da cidade com todas as cenas sendo filmadas pelos seus aliados que, ao final, enviam as imagens para Monarch que fica impressionado e inclui Tobey na De Leon. Ele entra nessa corrida para vingar o amigo que havia morrido num desastre provocado por Dino e, em virtude do qual ele havia sido preso por homicídio culposo. Após cumprir a pena, ele sai da prisão com o objetivo de vingar o amigo.

need-for-speed4

Maverick (Scott Mescudi) é um dos membros da equipe de Tobey que pilota aviões e o ajuda em várias oportunidades a livrar-se de perigos Joe Peck (Ramon Rodriguez) e Finn (Rami Malek), são os outros membros da equipe.

Anita Coleman (Dakota Johnson), é a irmã mais velha de Pete, ex-namorada de Tobey e noiva de Dino que não disse a que veio nem por quê. Presença totalmente dispensável.

Quando fui ver este filme, acreditava que iria assistir a mais um filme da série Velozes e furiosos. Por falar neste filme, abro aqui um parêntesis, ou melhor, dois. O primeiro é pra dizer que eu sei (e sabia) que Need for speed não faz parte da série citada. Apenas quis me referir ao gênero ou marca daqueles filmes. O segundo parêntesis é para dizer que fiquei impressionado ao pesquisar o que falaram sobre o filme para fundamentar minha crítica. A quantidade de pessoas que não sabe escrever é cada dia maior. Muitos, muitos mesmo, escreveram ‘veloses’ (com S). Tive vontade de entrar no site pra comentar só pra dizer que veloz é com Z, logo, o plural da palavra também. é. Aí, vem o lado cômico. O fulaninho que criticou o outro porque não sabia escrever, escreve assim: “o kra pede o iPad imprestado mas ele apenas olha mas nem se quer toca“. Em pouco mais de dez palavras um tal de Jay consegue fazer a proeza de cometer 3 erros bárbaros, ou na melhor das hipóteses, dois erros muito grosseiros, considerando que ‘kra’ não seja erro mas apenas uma forma abreviada de escrever. Mas alguém escrever emprestado com I é o cúmulo do absurdo.E sequer separado é o fim da picada!!! Lamentável o nível das pessoas em nosso país. Mas, fechando os parêntesis, Velozes e furiosos já está no número 8 da série, pasmem! Chega a quase se igualar, guardando as devidas proporções, a 007. Sei que 007 teve mais de 20 filmes mas, isso ocorreu ao longo de mais de 50 anos e Velozes e furiosos só tem pouco mais de 10 anos. Mas, continuando a idéia com que iniciei este parágrafo e terminei divagando mais do que desejava, eu me surpreendi com Need for speed. Surpreendi-me positivamente. O filme tem uma identidade própria e não segue a mesma linha da série dos oito filmes de corridas e que já está cansando. Em Need for speed, apesar de também haver tiros e perseguições de policiais, não é uma perseguição de bandidos. Há contravenções, não há dúvida, mas são apenas de alguns irresponsáveis que correm de forma louca pelas ruas com seus carros e, só põem em risco, suas próprias vidas e as de quem cruza com eles. Felizmente, isto é lá nos Estados Unidos. (pelo menos por enquanto). Este filme trata de corridas de carros possantes, rachas, prêmios e transmissões ao vivo.

need-for-speed3

Produção – Estados Unidos
Ano de lançamento – 2014
Duração – 2 horas e 10 minutos
Elenco e personagens

Aaron Paul como Tobey Marshall
Dominic Cooper como Dino Brewster
Imogen Poots como Julia Maddon
Scott Mescudi como Maverick
Ramón Rodríguez como Joe Peck
Rami Malek como Finn
Michael Keaton como Monarch
Dakota Johnson como Anita Coleman
Harrison Gilbertson como Little Pete Coleman
Stevie Ray Dallimore como Bill Ingram

Pontos negativos do filme:

  • A sequência em que Finn tira a roupa no trabalho e sai andando nú pelos corredores e ninguém protesta nem faz nenhuma observação, exceto uma senhora no elevador e Joe, ao sair com ele pelas ruas. É uma cena bizarra, totalmente desnecessária e irreal.
  • A escolha do ator Domiinic Cooper para fazer o vilão do filme. Ele não consegue incorporar o Dino e não convence ninguém como bandido nem tampouco o homem mau. Não que ele pareça ser bom, na verdade, ele é totalmente inexpressivo.
  • Não ter havido a premiação após a corrida apesar da impossibilidade momentânea da mesma ocorrer em virtude dos acontecimentos.
  • A participação de Dakota Johnson, totalmente desnecessária.

Pontos altos do filme:

  • A escapada da polícia com Julia como copiloto num possante Mustang pelas ruas da cidade.
  • As capotagens de diversos carros ao longo do filme.
  • Os carros envolvidos nas corridas.
  • A participação de Michael Keaton no papel de Monarch narrando as corridas e informando ao expectador o que está acontecendo, evitando assim que fiquem perdidos no meio de tanta confusão.

 

Curiosidades sobre o filme:

  • As cenas das corridas e capotagens não são de computação gráfica e, para realizá-las, os atores tiveram que se submeter a um longo treinamento de direção.
  • O papel principal foi oferecido inicialmente a Taylor Kitsch dos filmes Selvagem, Entre dois mundos e Wolverine.
  • Os cenários do filme são o resultado de locações na Georgia e Campo de Marte em Detroit.

O filme fez tanto sucesso de bilheteria, que provavelmente, terá uma continuação.
Assista ao trailer do filme clicando na imagem abaixo. Ele mereceu três estrelinhas.

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Uma ideia sobre “Need for speed [Filme]

  1. Denise

    Ola, Alberto! Hoje vou ter que ser do contra, mas sempre respeitando opinioes 🙂 Imagino que seja um fiilme bom e leve, mas onde tem muita velocidade eu me sinto mal 🙂 Mas parece equilibrado, com velocidade, pitada de romance e tudo para uma boa diversao!
    DenisesPlanet.com

Os comentários estão fechados.