Acusados [Filme]

Share

Título original – The Accused

acusados1

O filme é baseado na história real do estupro ocorrido em 6 de março de 1983 no bar Big Dan em Massachusetts nos Estados Unidos. No filme, a garota que é estuprada (Sarah, Jodie Foster) é uma garçonete de classe baixa e reputação pouco recomendável. Ela vai ao bar onde trabalhava, em uma noite de folga, afim de conversar com Sally (Ann Hearn), sua colega de trabalho, sobre a briga que tivera com seu namorado. Ao entrar ela chama a atenção dos homens presentes pois estava vestida de modo muito sensual. Enquanto estava conversando com a amiga, um dos homens no bar paga-lhe uma bebida, o que “lhe dá o direito” de sentar na mesa com as duas e começar a conversar. Alguém coloca uma música no Juke-box e Sarah começa a dançar, ficando ainda mais sensual. O rapaz que estava com elas vai dançar com Sarah e a beija. Ela não resiste e ele a coloca em cima da máquina do pinball,k tira sua calcinha e a estupra. Depois, outros rapazes que ali se encontravam também a estupram. Finalmente ela morde o dedo de um deles enquanto a estuprava e tapava sua boca e consegue sair correndo para rua.

acusados2

O caso é levado aos tribunais pela promotoria mas, a promotora encarregada do caso (Dra. Katheryn Murphy, Kelly McGillis), acreditando que não conseguiria convencer os jurados, de que não tivesse havido provocação por parte de Sarah, faz um acordo com a defesa, e os estupradores são presos, mas acusados de um crime de menor potencial ofensivo, com uma pena bem inferior, é claro.

A moça fica revoltada e diz à promotora um bocado de desaforos, inclusive é achincalhada posteriormente, ao entrar numa loja de CDs, por um dos rapazes que estavam lá no bar no dia do estupro. Furiosa, ela provoca uma colisão com o carro deste rapaz, e fica internada num hospital gravemente ferida. A promotora então percebe o dano que causara a ela com o acordo feito e resolve acusar os que estavam no bar incitando o crime pois, desse modo, embora os estupradores não pudessem mais ser acusados de estupro, mas ficaria registrado que o crime cometido por eles teria sido estupro e eles pegariam uma pena maior.

acusados3

Todo o desenrolar do filme a partir de então, é o julgamento de 3 dos rapazes que estavam incitando o estupro no dia em que ele aconteceu. O suspense é grande e a batalha é acirrada entre acusação e defesa. O desemprenho de Jodie Foster é maravilhoso, tendo lhe rendido o Oscar e o Globo de Ouro de melhor atriz em 1989. O filme foi indicado ao prêmio de melhor filme no Festival Internacional de Berlim em 1989, que entregou o Urso de Ouro a Rain Man.

acusados4

Um filme forte, com um tema muito sério, e uma denúncia impressionante. Ao final, aparece uma informação de quantas mulheres são estupradas por minuto nos Estados Unidos que é o país com maior número de estupros do mundo. O filme merece 4 estrelinhas e eu o recomendo com ênfase, com a ressalva de que é um filme não recomendável para menores.

Direção – Jonathan Kaplan
Produção – Estados Unidos e Canadá
Ano de lançamento – 1988
Duração do filme – 1 hora e 50 minutos

Elenco e personagens:
Kelly McGillis…. promotora Kathryn Murphy
Jodie Foster…. Sarah Tobias
Bernie Coulson…. Kenneth Joyce
Leo Rossi…. Cliff “Scorpion” Albrect
Ann Hearn…. Sally Fraser
Carmen Argenziano…. promotor Paul Rudolph
Steve Antin…. Bob Joiner
Tom O’Brien…. Larry
Peter Van Norden…. advogado Paulsen
Woody Brown…. Danny
Scott Paulin…. advogado Ben Wainwright

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

7 ideias sobre “Acusados [Filme]

  1. Denise

    Vi este filme, e eh de fato muito forte. Mas eeh importante para mostrar que isso realmente ocorre e que nao deixou de ocorrer. Normalmente as mulheres se sentem envergonhadas em denunciar, mas isso deveria ser a primeira coisa a fazer, dancar na frente de alguem nao eh um convite. Somente um convite a danca, nada mais. Um abraco!
    DenisesPlanet.com

    Responder
  2. Joselita

    Não assisto a filmes assim para não poluir meu espírito com situações que, infelizmente, é a realidade. Vivemos, nós mulheres, sendo vítimas da violência machista em todos os sentidos. Até nas mínimas coisas. Um dia desses, por exemplo, veio à minha casa, um conhecido meu e, sem minha permissão, adentrou em meu quarto e pegou um objeto meu, numa gaveta de um móvel, dizendo que era dele e, usando sua força física, que é maior que a minha, levou meu objeto, dizendo que depois devolvia. Isso me deixou furiosa, pois, foi uma forma (podre) de machismo. Não por ter levado meu objeto, que era algo sem valor, mas, pela forma como levou, sem minha permissão e usando a força física. Isso me gerou uma grande revolta! Um homem não deve se valer da sua característica física, mais forte, para tirar vantagens, seja lá em que situação for, sobre uma mulher. Mas o pior de tudo é que esse conhecido meu, usa uma máscara para não parecer machista, exaltando e enaltecendo as mulheres no momento que lhe convém.

    Responder
  3. Barbara (babitella)

    Adoro os filmes dos anos 80 e infelizmente essa é uma realidade atual. Sociedade machista esta cada dia pior mas achei interessante a resenha e vou procurar para assisti-lo. Jodie Foster é maravilhosa!

    Obrigada pela dica!

    Abraços,

    Barbs, do babitella (www.babitella.com.br)

    Responder
  4. Pandora

    Quanto mais conheço a filmografia de Jodie Foster mais admiro ela! #Fato Ela parece escolher a dedo papeis capazes de produzir grandes impactos emocionais e colocar em evidências coisas para as quais não queremos, mas precisamos olhar.

    Parece que os homens tem dificuldade de entender que NADA autoriza ninguém cometer estupro, que a mulher por mai sensual que seja não está pedindo para er violentada. Que todos tem direito de se vestirem como bem desejarem e isso não autoriza.

    Sou feminista e acredito no “Meu corpo, minhas regras”. Ainda não vi esse filme, mas está na minha lista! Quero ver!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *