Cartas de juventude [Livro] … apenas uma introdução

Share

Antoine de Saint Exupéry

Cartas-de-juventude1

Comecei a ler hoje, por estar sem nada pra fazer, embora com um monte de atividades e obrigações inacabadas, um livro que consegui comprar recentemente na Estante Virtual, e completar assim, minha coleção de obras de um dos maiores escritores de todos os tempos: Antoine de Saint Exupéry.

Refiro-me a Cartas de Juventude, tradução de Carmen Lúcia Cruz Lima Gerlach e Juliane Bürger. Uma publicação da editora da Universidade Federal de Santa Catarina que não tinha ainda colocado na estante.  Estava rolando aqui pela sala, em cima de minha mesa, junto como outros livros e DVDs.

Resolvi então abri-lo e ler o seu prefácio, escrito pelas tradutoras. Emocionei-me, ao mesmo tempo que lamentei, a destruição de minhas cartas para Marlene e Teresa, que tinha até pouco tempo, ainda guardadas.

Mas o livro revela uma face de Exupéry que desconhecia, apesar de já ter lido quase todos os seus livros. Ele tinha uma grande amiga – Rinette – apelido de Renée Saussine, para quem escreveu algumas cartas entre 1923 e 1931, que foram traduzidas nesta obra belíssima do autor de O Pequeno Príncipe.

Descobri também, que ele tinha uma esposa de nome Consuelo Suncin, que teria sido a sua “la rose” do encantador Le Petit Prince.

Quero informar que este texto é só um preâmbulo do que virá pois, ainda não ultrapassei sequer a introdução do livro. Queria apenas registrar essa emoção sentida ao abrir estas páginas.

A crítica a este livro virá em breve pois, acredito, em poucos dias, acabarei esta leitura.

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share