50 por cento – Jonathan Levine [Filme]

Share

Título original – 50/50

50-50-poster

50% é a história de um rapaz com 27 anos que descobre estar com um tipo raro de câncer. Sua namorada faz o possível para ficar com ele mas não aguenta a tensão e cai fora. Quem o ajuda é seu melhor e único amigo que, com seu alto astral, faz o possível para que Adam enfrente tudo com bom-humor. Ele se afasta da mãe que é muito super protetora e, o pai é ausente por ter uma doença degenerativa e se encontrar em estado de quase demência.

Direção – Jonathan Levine

O filme é baseado em uma história real e, seu título, está relacionado com a chance de sobrevivência de alguém que tenha este tipo de doença. Jonathan Levine realiza uma comédia muito bem-humorada o que torna leve o tema extremamente doloroso de um doente terminal. Os desempenhos do protagonista Joseph Gordon-Levitt (Adam) e de  Seth Rogen (Kyle) são simplesmente magistrais.

Ao receber a notícia do médico Adam lhe diz atônito: “Tumor, eu? Não pode ser! Não faço nada errado. Não bebo, não fumo, reciclo. Mas, ele não poderia fazer nada. Era uma realidade incontestável. Ele apenas poderia se acostumar e aprender a lidar com isso. Kyle, com seu bom humor lhe ajuda muito a enfrentar e superar as dificuldades. Sua bela terapeuta também. Alem desses dois, amigos que faz no hospital, senhores já idosos, que também estavam com câncer, o ajudam muito nessa nova fase de sua vida.

Produção – Estados Unidos
Duração do filme – 1 hora e 40 minutos
Ano de lançamento – 2011
Elenco e personagens:
Joseph Gordon-Levitt – Adam
Seth Rogen – Kyle
Anna Kendrick – Katherine
Bryce Dallas Howard – Rachel
Anjelica Huston – Diane
Philip Baker Hall – Alan

Li o comentário de uma menina paulista sobre o filme e gostei muito. Ela escreve bem e tem uma opinião bem parecida com a minha a respeito do filme. Inclusive ela fez uma coisa que me chamou a atenção: ela escreveu algumas lições que tinha aprendido após assistir a este filme que merecem ser citadas.  A única falha é que no título, ela coloca lição, no singular, quando, na verdade, cita três. O nome do blog é Tudo em um, escrito por Paloma Oliveira mas, o endereço do blog é bem interessante e parece muito com o nome do meu. É Ser ou não Ser, o que lembra muito Verdades de um Ser. Leia a seguir o que ela escreveu.

Observação – Como é uma transcrição, não posso alterar nada. Inclusive os erros não posso corrigi-los.

“Lição que eu tirei do filme: As vezes não fazemos nada para alguma coisa ruim acontecer, ela simplesmente acontece por puro destino, mas mesmo que o mundo desabe em sua cabeça, você ainda vai ter as coisas boas da vida, são nas horas ruins que sabemos quem está ao nosso lado e as vezes não damos a devida importância pra essas pessoas. E claro sempre haverão pessoas que estarão passando pelas mesmas coisas que você, nunca desista de lutar, e também nunca esqueça de viver!. As vezes é preciso que coisas ruins aconteçam para poder acontecer as coisas boas também.” (Extraído do blog Tudo em um disponível no link)

Minha opinião sobre o filme

Assisti a este filme no Netflix há uns 6 meses e, posso lhe assegurar que se você tiver oportunidade de vê-lo não irá se arrepender. Será um dos melhores filmes do ano.

O filme mereceu quatro estrelinhas.

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

3 ideias sobre “50 por cento – Jonathan Levine [Filme]

  1. Joselita

    Não assisti e nem pretendo assistir a esse filme.
    Eu iria lembrar, com tristeza, de uma prima querida que já perdi para essa doença, e de um outro parente que está lutando contra ela. Também me faria lembrar dos momentos de luta que passei, ao ser acometida por um câncer, achando que não ia poder criar minhas filhas, que à época, tinham 2 e 5 anos de idade.
    Mas graças a Deus venci. Foi descoberto logo no início, e isso contribuiu para a cura. Já faz 27 anos.

    Responder
  2. Denise

    Ola, Alberto, achei seu post otimo e as licoes da Paloma tambem. Porem, tambem li o comentaro de Joselita e concordo com ela; apesar de o filme me parecer realmente bom, nao sao todas as pessoas que podem ve-lo, pois recorda momentos tristes em familia… eu por ex., nao poderei ve-lo, pois um caso assim levou uma pessoa importante na minha familia em apenas 5 meses. Entao eu evito ver, pois eh como abrir de novo uma ferida que nem cicatrizou… mas acredito que o filme seja realmente muito bom, li todo o post e o roteiro parece otimo! Um abraco e feliz ano novo!
    DenisesPlanet.com

    Responder
  3. Jack

    I am just also in a writing, the training topic is my favorite.
    I wish I could of shape my articles such as this 1 50 por cento – Jonathan Levine
    [Filme]. It is the right instance with regard to form and narration.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *