Harakiri – Masaki Kobayashi [Filme online]

Share

Direção – Masaki Kobayashi

Masaki Kobayashi realiza com Harakiri, um filme de arte com uma belíssima fotografia em preto-e-branco de Yoshio Miyajima que também foi o responsável pela fotografia de outro filme japonês – As quatro faces do medo (Kwaidan, 1964),  também dirigido por Masaki Kobayashi e estrelado por Tatsuya Nakadai e Rentarô Mikuni e O império da paixão (1978).

Título original – Seppuku

Harakiri (Seppuku no original) é  um filme denso e de grande valor artístico. Conta a história de um samurai que se vê obrigado a praticar o Harakiri, prática dos japoneses que se suicidam cortando horizontalmente (kiru) o ventre com uma Katana (sabre longo e muito afiado usado pelos guerreiros japoneses) na zona do abdômen abaixo do umbigo (hara). Os japoneses preferem o termo seppuku. Dificilmente usam o termo haraquiri, termo mais utilizado pelos ocidentais para denominar esta prática.

O haraquiri é uma prática usada geralmente como motivo de evitar uma desonra, o que para os japoneses é intolerável. Alguém que infringiu a lei, que cometeu um grave erro ou que foi derrotado pelo inimigo.

O filme começa com a imagem de um totem sagrado japonês que se encontra no centro de uma sala e, para valorizá-lo ainda mais, ele é o único objeto nesta sala. A data é 13 de maio de 1630. Conta-se a história de Hanshiro Tsugumo (Tatsuya Nakadai, que dá um show de desempenho numa direção segura e bem controlada).

Kobayashi descontrói a tradição japonsesa tão valorizada e cultuada. A partir da tradição feudal através de uma crítica forte e implacável, ele mostra a hipocrisia da sociedade feudal e a falsidade dos valores tradicionais da cultura nipônica. O longa tem inúmeras qualidades mas, citando apenas a fotografia, os desempenhos impecáveis e o forte impacto das descobertas do personagem central da história são suficientes para se desfrutar de uma obra prima do cineasta japonês.

Produção – Japão
Ano de lançamento – 1962
Duração – 2h e 12min
Elenco e personagens:
Tatsuya Nakadai como Hanshiro Tsugumo
Shima Iwashita como Miho Tsugumo
Akira Ishihama como Motome Chijiiwa
Rentarô Mikuni como Kageyu Saito
Tetsuro Tamba como Hikokuro Omodaka
Kei Sato como Masakazu
Hisahi Igawa como Retainer

Este filme mereceu cinco estrelinhas das cinco possíveis.

Curiosidade

Tatsuya Nakadai nas filmagens declarou que estava com medo de usar a espada pois ela era de verdade e uma espada como aquela é extremamente perigosa. Imagino que na luta final ele deve ter ficado mesmo com muito medo.

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Para assistir ao filme abaixo, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

full-screen-simbolo

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se algém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

contato-blog

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Uma ideia sobre “Harakiri – Masaki Kobayashi [Filme online]

  1. Denise

    Nossa, eu sabia do filme, mas nao sabia que a esparad era de verdade, da medo sim! Hoje em dia temos tantas regras de seguranca em filmagens, eh impressionante saber deste fato. Tambem nao sabia que no Japao eles usam a palavra seppuku. Vou tentar assistir o filme sim, parece muito bom! Obrigada! Um abraco!
    DenisesPlanet.com

Os comentários estão fechados.