O indomado – Martin Ritt [ Filme online ]

Share

Título original – Hud

indomado1Este filme assisti a ele em 14 de janeiro de 1967, há 50 anos portanto. É um filme extraordinário com um desempenho impecável de Paul Newman que, para compor o personagem, passou várias semanas trabalhando numa propriedade no Texas.

Aviso

Havia anunciado na semana passada que hoje seria oferecido O caçador de pipas mas, um imprevisto, impediu esta postagem. Peço desculpas e, no seu lugar, estou disponibilizando o filme O indomado, numa cortesia do blog FilmesAntigosTV do meu amigo Moacir Zerlin,  Este filme já havia sido postado aqui no dia 22 de junho de 2014 mas, fazendo algumas modificações na postagem, estou republicando-o hoje, junto com o filme para você assistir a ele online. O caçador de pipas será publicado numa outra oportunidade, em breve.

Como venho fazendo, a cada dia publicando um filme a que assisti há 50 anos, transcrevendo minhas anotações do meu caderno de cinema, hoje posto mais um filme aqui. Fico devendo a postagem do filme a que assisti ontem no dia do seu lançamento – A cabana.

A seguir, transcrevo as anotações do meu caderno de cinema que fiz há 50 anos, quando assisti ao filme no cinema São Luiz.

Anotações do meu caderno de cinema

Os Bannons (Hud, Lonie e o Sr. Bannon) têm uma grande fazenda onde criam muitas cabeças de gado. Hud é um revoltado, quase sempre bêbado e cheio de mulheres. Lonie, seu sobrinho, é um rapaz solitário e grande admirador do tio. O Sr. Bannon, pai de Hud e avô de Lon, já é velho e ama muito suas terras e seu gado pois trabalhou muito para conseguir chegar onde estava.

Um dia, morre uma novilha e não se sabe o que causou sua morte. O veterinário que é chamado diz que havia sido uma peste que invadira a cidade e pede para examinar todo o gado dizendo que se estivessem com a doença, teria que eliminar todos. O Sr. Bannon fica muito triste com a  notícia e ao saber que a doença do seu gado era realmente a peste fica desolado. Mesmo assim, manda matar todo seu gado ao qual queria tanto bem, que era a sua vida. Hud ajudado por alguns vaqueiros começa a atirar e cada tiro é um gado que cai. Em seguida o gado é desinfetado e enterrado. Esta cena é muito constrangedora mas muito bonita, realista, cruel. E mostra o drama psicológico vivido pelos personagens.

Indomado2

O final do filme (com spoiller)

Ao terminarem, Lon diz ao avô: Foi rápido! E ele responde: “É muito mais fácil destruir
que criar alguma coisa.” E ele sabia quanto. Depois de toda luta que tivera para ter seu gado e, de uma hora para outra, vê-lo todo destruído é muito duro para ele. Após tudo finalizado, ele percorre as terras, agora vazias, sem sentido. Isto acontece numa noite em que Lon e Hud haviam saído. Quando os dois voltam, encontram o velho se arrastando na estrada e, pouco depois, o veem morrer.

Depois do enterro do avô, Lon sai de casa e Hud fica só.
Hud e Lon vão a uma festa onde se identificam, brincam e se divertem. Nas cenas que se seguem, o diretor, Martin Ritt explora de modo muito profundo, a personalidade de Hud e, entremeado de belos e inteligentes diálogos Martin Ritt consegue criar uma obra maravilhosa.
Mereceu cinco estrelinhas quando o assisti na época.

indomado3Dados técnicos do filme

Produção – Estados Unidos
Ano de lançamento – 1963
Filme em preto e branco em Cinemascope
Gênero – Drama cômico psicológico e aventuras, com crítica e ação.
Duração do filme – 1 hora e 52 minutos
Elenco:
Paul Newman …. Hud Bannon
Patricia Neal …. Alma Brown (a empregada)
Melvyn Douglas …. Homer Bannon
Brandon De Wilde …. Lonnie Bannon
Whit Bissell …. …………sr. Burris
Crahan Denton ……….. Jesse
John Ashley …………….. Hermy
Val Avery ………………… Jose
George Petrie …………. Joe Scanlon
Curt Conway …………… Truman Peters
Seldon Allman ……………Thompson
Pitt Herbert ……………….. Larker
Peter Brooks ……………………………….George
Curt Conway …………………………………Truman Peters
George Petril …………………………………Joe Scanhors
David Kent ……………………………………Donald
Frank Killmond ……………………………..Dumb Billy

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

full-screen-simbolo

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se algém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

contato-blog

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share