O homem do prego – Sidney Lumet [Filme visto há 50 anos e filme online]

Share

Título original – The pownbroker

The pownbroker (O homem do prego) é o exemplo de um filme torturante mas, de enorme valor pela exploração muito aprofundada dos sentimentos dos personagens, especialmente do sofrido Sol Nazerman (Rod Steiger) na melhor interpretação de sua carreira.

O filme é baseado no livro The pownbroker de Edward Lewis Wallant.

Direção – Sidney Lumet

Do mesmo diretor de Fail Safe (Limite de segurança), uma obra-prima do cinema universal, Sidney Lumet também se revela com este filme, realizado no mesmo ano do anterior, como  um dos melhores diretores do cinema americano, um excelente realizador.

Seu primeiro filme já foi ganhando o Urso de Ouro no Festival de Berlim em 1957. Foi a primeira versão do filme Doze homens e uma sentença, com John Ford no papel principal. Ele também foi o realizador de A colina dos homens perdidos (1965) e O grupo (1966).

Aviso

Este filme já tem uma postagem sobre ele aqui no blog e, por essa razão, não reproduzirei as minhas anotações no caderno de cinema de 1967. Para quem quiser ler o que escrevi na outra postagem, ofereço a seguir um link para ela. E até recomendo que o faça pois, nela, escrevi coisas importantes sobre o filme.

Postagem anterior deste filme

Ao terminar de ler esta postagem você poderá ver este filme online lendo as instruções no final da mesma. Embora hoje não seja sexta-feira, estou disponibilizando logo o filme online desta semana pois  a postagem de quinta e sexta serão de dois filmes que não disponho do arquivo do filme para disponibilizar.

Minha opinião sobre o filme

Assisti a este filme no dia 02 de março de 1967 no Cinema de Arte Coliseu, em Casa Amarela, isto é, na av. Rosa e Silva no local onde hoje funciona uma agência dos Correios. Foi numa quinta-feira.

Considerei o filme, excepcional. E mais, uma obra-prima. Atribuí seis estrelinhas a ele. É uma cotação para filmes muito especiais. Considerado por mim, impróprio para adultos sem uma sólida formação moral.

Nos créditos do filme, aparece o título O agiota mas, está errado. O título deste filme como foi exibido quando assisti a ele foi O homem do Prego. Até porque ele não é um agiota. Agiota é quem empresta dinheiro a juros e ele só faz comprar objetos de segunda mão. Prego, no caso, é uma loja onde as pessoas deixam seus objetos como uma garantia de um empréstimo, seria uma loja de penhor mas, também não é o caso. Mas O agiota é o título como ele foi exibido em Portugal.

Agora se você quiser ver este filme online aqui no blog, é só ler as instruções abaixo. Ao terminar, não deixe de fazer um comentário sobre o que achou do filme, do blog, da postagem. Seu comentário é muito importante.

O filme é o primeiro filme norte-americano a tratar do holocausto sob a ótica de um dos sobreviventes. Sol Nazerman é um sobrevivente do holocausto e Lumet mostra que, apesar de ele continuar “vivo” (entre aspas), ele apenas vegetava. Vive num lugar deprimente e, em casa, mal fala com as pessoas.

Gostou? Compartilhe a postagem.
Curta a página do blog no Facebook e convide seus amigos a fazerem o mesmo.
Se inscreva para receber por email as novidades do blog. Clique aqui

Dados técnicos sobre o filme

Produção – Estados Unidos
Ano de lançamento – 1965
Preto e branco em  tela pequena
Duração do filme – 1 hora e 55 minutos
Gênero – Drama psicológico de ação
Elenco e personagens:
Rod Steiger………………Sol Nazerman
Geraldine Fitzgerald…Marilyn Birchfield
Brock Peters…………….Rodriguez
Jaime Sánchez………….Jesus Ortiz
Thelma Oliver………….namorada de Ortiz
Marketa Kimbrell…….Tessie
Baruch Lumet………….Mendel
Juano Hernandez…….Senhor Smith
Linda Geiser…………….Ruth Nazerman
Nancy R. Pollock………Bertha

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

full-screen-simbolo

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *