Um gosto de mel – Tony Richardson [Filme visto há 50 anos]

Share

Direção – Tony Richardson

Depois de realizar O anfitrião (1960), no Brasil também denominado Vida de solteiro, Tony Richardson dirigiu, em 1961, esta bela e triste história de Jô, vivida brilhantemente, pela então estreante Rita Tushingham, uma garota britânica de 15 anos, pobre e sem perspectivas de vida, que vive numa grande cidade da Inglaterra não definida no filme.

Título original – A taste of honey

Um gosto de mel ou A taste of honey no original, é um filme maravilhoso e, em muitos aspectos, um filme poético. Um grande crítico de cinema – Sérgio Vaz – dono do blog 50 anos de filmes, que está no meu blogroll, escreveu uma crítica excelente sobre este filme. Eu não conseguiria escrever melhor do que ele já o fez. E gosto muito de compartilhar coisas de boa qualidade com as pessoas que visitam este blog. Razão esta que me leva a fazer a recomendação veemente para que acesse o link abaixo para ler o que ele escreveu. Inclusive fiz um comentário lá na postagem dele que gostaria que você também lesse.

Ressalto que ele escreve lá sobre uma coisa importante, que não posso copiar para não lhe roubar a descoberta. Mas preciso mencionar. Ele escreveu sobre as ligações entre o filme de Tony Richardson – A taste of honey, e a música cantada pelos Beatles – A taste of honey, encontrada no álbum Please, please me, lançado na Inglaterra em 1963. Vale a pena a leitura. Acesse a postagem no link abaixo.

Crítica do filme Um gosto de mel no blog 50 anos de filmes

Minha opinião sobre o filme

Assisti a este filme pela segunda vez, no cinema de Arte Coliseu no dia 15 de março de 1967, uma quarta-feira.  Considerei-o formidável, com uma cotação artística de quatro estrelinhas e atribuí a cotação moral para Adultos. Na primeira vez em que assisti a ele foi no cinema São Luiz, no dia 02 de outubro de 1965, um sábado, tendo atribuído desta vez a cotação de bom, isto é, três estrelinhas. Mas o que conta são as quatro estrelinhas da segunda vez.

O roteiro do filme foi baseado numa peça teatral de Shelagh Delaney com o mesmo título, isto é, A taste of honey. que também participa do roteiro do filme em conjunto com Tony Richardson. Este filme é um marco na história do cinema britânico pois, pela primeira vez na Inglaterra, são abordados temas como homossexualismo, relacionamento de branco com negro e uma protagonista estreante e personificando uma jovem de classe pobre.

Richardson ousou muito com este filme. Na Inglaterra na época, não existiam negros. O homossexualismo ainda era um tabu. Mas foi também genial ao escolher o tema, a roteirista e a música de John Addison, que introduz uma música divertida, alegre, contrastando com o tema infinitamente forte, pesado, triste e deprimente do filme.

A protagonista

Rita Tushingham, a protagonista estreante, tornou-se a queridinha da Inglaterra nos anos seguintes. Tanto isso é verdade que, em pouco mais de 50 anos de carreira, ela trabalhou em quase 50 filmes. Dentre eles, alguns de muito sucesso como é o caso de A bossa da conquista (1965) de Richard Lester, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes e Doutor Jivago (1965) de David Lean, no qual ela faz o papel da filha de Yuri Jivago (Omar Shariff). Seu último filme foi em 2012, Outside Bet de Sacha Bennett. Atualmente ela está com 75 anos.

Apesar de se um filme de mais de 50 anos, ainda é muito atual e, recomendo a você que procure assistir a ele. Garanto que você não se arrependerá. Desde que saiba apreciar filmes de boa qualidade,

Dados técnicos sobre o filme

Produção – Inglaterra
Ano de lançamento – 1961
Duração do filme – 1 hora e 40 minutos
Gênero – Drama romântico psicológico
Preto e branco em tela pequena
Música – John Addison
Elenco e personagens:
Rita Tushingham como Jo [Josephine]
Dora Bryan como Helen, a mãe
Murray Melvin como Geoffrey Ingham
Robert Stephens como  Peter Smith
Eunice Black como  Schoolteacher
Margo Cunningham como Landlady
Michael Bilton como Landlord
Paul Danquah como Jimmy

 

 

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *