A aventura – Michelangelo Antonioni [Filme online]

Share

Direção – Michelangelo Antonioni

Michelangelo Antonioni foi o diretor e roteirista deste maravilhoso filme ítalo-francês de 1960. Antonioni era considerado um diretor hermético. Tornou-se famoso por explorar o vazio dos personagens. Seu primeiro filme foi o curta Gente do pó (1943) e sua filmografia se constitui em mais de 30 filmes dentre os quais Blow up e Il Deserto Rosso, este último, seu primeiro filme colorido.

Título original – L’avventura

L’avventura (A aventura, 1960) forma a trilogia da alienação ou da incomunicabilidade junto com A noite (1961) e O eclipse (1962) também dirigidos por Michelangelo Antonioni. Em sua première no Festival de Cannes em 1959, Segundo informações do site Adoro Cinema, Antonioni e Monica Vitti foram vaiados calorosamente, tendo que fugir do cinema para não correr o risco se sofrerem agressões. Posteriormente, o filme chegou a ganhar um prêmio do Júri Especial.

 

Sobre o filme

É talvez o melhor filme de Antonioni. Sua técnica de utilizar as paisagens vazias em longas exposições tornou-se uma linguagem universal, utilizada por ele pela primeira vez neste filme, para representar o estado psíquico do personagem.

Anna é filha de um embaixador italiano que, logo no início do filme, aconselha a filha a abandonar o seu noivo pois, ele não se casaria com ela. Aquele conselho entra por um ouvido e sai pelo outro. Anna vai até a casa de Sandro, seu noivo, junto com Claudia, uma amiga que a acompanha para fazerem um cruzeiro. Lá eles transam a despeito de Sandro avisar a Anna que Claudia os esperava do lado de fora. Em seguida, os três se dirigem para o iate de Sandro, e se juntam a outros três, formando assim três casais.

Após uma discussão com Sandro, enquanto passeavam por uma ilha de pedras, Anna desaparece e ninguém sabe de seu paradeiro. Todos se mobilizam para procura-la em vão. Depois, Sandro e Claudia resolvem procura-la no continente e, pouco a pouco, surge uma atração entre eles.

O filme mereceu cinco estrelinhas.

Dados técnicos do filme

Direção – Michelangelo Antonioni
Roteiro – Michelangelo Antonioni, Elio Batistoni e Tonino Guerra.
Nacionalidade – ítalo francesa
Ano de lançamento – 1960
Duração do filme – 2 horas e 25 minutos
Fotografia em preto e branco em tela pequena
Elenco e personagens:
Gabriele Ferzetti como Sandro
Monica Vitti como Claudia
Lea Massari como Anna
Dominique Blanchar como Giulia
Renzo Ricci como o pai de Anna
Esmeralda Ruspoli como Patrizia
Lelio Lutazi como Raimondo
James Addams como Corrado
Giovanni Petrucci como o príncipe Goffredo
Dorothy De Poliolo como Gloria
Jack O’Connell como o velho pobre na ilha
Angela Tommasi Di Lampedusa como a princesa
Franco Cimino como Prof. Cucco
Ettore como Giovanni Danesi

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se algém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

 

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *