Arquivo da tag: Amor calado

Participação em uma nova antologia

Share

Publicação de Antologia

Hoje recebi dois exemplares de uma publicação da qual participei com um dos meus poemas selecionados pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE). Esta edição foi de setembro mas só hoje a recebi por problemas na edição e envio da mesma. Mas trata-se da publicação de antologia cujo título é Os mais belos poemas de amor, e cuja capa encontra-se abaixo, juntamente com a medalha que recebi por ter sido selecionado.

Junto com o livro veio também um diploma e uma medalha, que reproduzo abaixo. E também a poesia que foi escolhida para participar da antologia intitulada “Amor calado“.

Este poema encontra-se também publicado no site da editora – Câmara Brasileira de jovens Escritores (CBJE). Clique no link acima (título da poesia) para ser direcionado para lá.

Amor Calado ou Amor escondido

Versos de Alberto Valença Lima
2017, june, 18th. 11h 27min

Como é triste um amor que, calado,
esconde-se no coração apaixonado!
Mas nunca é tarde para teu sentimento
desabrochar como flor em primavera,
e a todos os seres que vivem no planeta
encantares com teu amor de luneta
a contemplar as estrelas e os cometas,
que no teu coração, por timidez, escondeste.
Mostra então tua poesia, ó doce criatura,
e abraça as pessoas que pelo teu caminho passarem.

Não deixes teu amor escondido.
Amor escondido é como chuva que não caiu…
Amor escondido, é como flor que não abriu.
Amor escondido, é como sorriso que não se viu.
Amor escondido, é como sono que não dormiu.
Amor escondido, é como a carta que não seguiu.
Amor escondido é como o beijo que não sentiu.
Amor escondido, é como a grávida que não pariu.

Não faça assim, ó Linda menina sutil.
Derrama teu amor nas luas de abril.

Esta poesia também ganhou um concurso havido na Casa dos Poetas e da Poesia ficando em 4º lugar, que abaixo também reproduzo.

 

Share