Arquivo da tag: preconceito

Histórias cruzadas – Tate Taylor [Filme online]

Share

Histórias Cruzadas (The Help) ou As Serviçais (Título em Portugal)

Filme norte-americano de 2011, colorido com 137 minutos de duração com a direção de Tate Taylor. Tate Taylor não tem muita experiência mas consegue realizar um ótimo filme que o Blog Verdades de um Ser oferece nesta sexta-feira como mais um filme online para você ver.

No elenco: Emma Stone, Bryce Dallas Howard, Viola Davis, Octavia Spencer, Mike Vogel, Allison Janney e Chris Lowell. Lançado no Brasil em fevereiro de 2012 e assistido por mim na Rede TeleCine em 17/12/2013, terça-feira.
Histórias Cruzadas (The Help) é um filme baseado no romance A resposta de Kathryn Stockett que conta a história de uma mulher caucasiana, Eugenia “Skeeter” Phelan, personagem de Emma Stone e seu relacionamento com duas empregadas domésticas negras, Aibileen Clark, personagem de Viola Davis que recebeu por este filme a indicação para o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2012 e Minny Jackson personagem de Octavia Spencer. que recebeu o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2012 por seu desempenho neste filme.

“Nas primeiras cenas do filme, a personagem Aibileen Clark (Viola Davis) exprime uma das primeiras frases que irão definir exatamente como é a sua vida e as das outras domésticas que surgirão ao longo do filme. Diz Albileen:

“Eu sou uma empregada, minha mãe foi empregada e minha avó foi uma escrava caseira”.

Clique na imagem para ampliá-la

Tudo que acontece nas vidas daquelas empregadas domésticas negras gira em torno dessa realidade: imutabilidade desta, a condição de que suas existências, que consiste em trabalhar nas casas de patroas brancas, preparando suas refeições e cuidando de seus filhos será Continue lendo

Share

Homossexualismo – ainda um tabu?

Share

Hoje, fugindo à sequência de publicações das respostas dadas no YR vou escrever sobre um tema muito em voga e que me incomoda a postura tomada pela sociedade em geral e, em particular os meios de comunicação em relação a ele. Visitando o blog de uma pessoa que deixou um comentário aqui – Ivana Maria – encontrei um post que fala sobre a postura da sociedade frente ao homossexualismo e resolvi também me posicionar a respeito. (clique no link para visitar seu blog)

Não tenho nada contra nem a favor do homossexualismo mas, não vejo isso como uma coisa normal. É uma situação anormal, isso ninguém pode negar. Claro que os homossexuais merecem respeito como todo ser humano mas, daí a se fazer apologia ao homossexualismo há uma diferença brutal.

Não queremos aqui fazer campanha contra o homossexualismo e sim, colocá-lo no seu devido lugar. Não é natural um homem se relacionar com outro ou uma mulher com outra sexualmente falando. O que é desde os tempo imemoriais tido como normal é o relacionamento heterossexual. Tanto é assim que, caso fosse normal, a relação homossexual poderia sobreviver por si só e isso não acontece. Caso todos os seres humanos no planeta fossem homossexuais, a humanidade estaria fadada à extinção. Não há como procriar em uma sociedade exclusivamente homossexual. Logo, isso demonstra que não é natural esse relacionamento. Existe e é indiscutível, desde os tempo imemoriais também. Mas não se pode vê-lo como uma coisa natural.

Então a questão crucial em tudo isto, é o fato de a mídia estar fazendo apologia ao homossexualismo como se, além de natural (que não é) fosse também desejável. Estão confundindo combate ao preconceito com a apologia ao anormal. Não vamos confundir aceitar o outro com seus defeitos com exaltar e desejar os defeitos do outro.
Leia o texto completo
Share