Homenagem a uma imortal

Share

Quero criar um poema pra você
O saber é coisa que se conquista
A cada hora que um livro se abre e lê
A menina faceira que hoje é vista

Na Academia de Letras, vira artista.
Escadense não é, mas como recifense
Conquista Escada e se torna imortal.
E Fernando Pessoa lhe dá o sinal.

Em breves palavras, brilha sem igual
Esta garota que a todos encanta
Com um belo sorriso colhe aquilo que planta.

Agora que estes versos preciso encerrar
Os dou de presente em tom triunfal
É Trycia que chega em toga real.

(Versos de autoria de Alberto Valença Lima)

Este soneto foi criado como homenagem a uma pessoa muito querida – Trycia Gomes – filha de Heraldo Pereira e Silvia Pereira, pela sua posse na Academia Escadense de Letras no último dia 24 de maio de 2014.

trycia1
The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *