Minha janela, meus sonhos

Share

 

Pela sua janela hoje

Versos de Alberto Valença Lima
2014 – June, 5th
janela1
Pela minha janela hoje,
Penso na vida que não vivi
Ainda não estive no Cairo
Pra alegre cantar tal bem-te-vi
Nem na Grécia cheguei
Como  aquele rei
Que de Tróia Helena amou
Mas, numa janela da alma
Agora só brisa e flor
Querendo o teu amor
Na cama,  teus beijos me acalmam
Meus sons já não tinham cor
Vivendo com tua fama
Sempre estou neste calor.
janela2
The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

2 ideias sobre “Minha janela, meus sonhos

Os comentários estão fechados.