Simplesmente complicado [Filme]

Share

Direção – Nancy Meyers

capa-simplesmente-complicado

Este filme é verdadeiramente delicioso! O título deveria ser Verdadeiramente complicado pois a história de Nancy Meyers, que também dirige o filme, é um verdadeiro emaranhado de situações hilárias, que irá divertir até a pessoa mais amarga do mundo. Meryl Streep e Alec Baldwin dão um verdadeiro show de interpretações. Já Steve Martin nem tanto. Não sei se é porque eu não gosto deste ator mas, ele não me convence nas suas interpretações.

simplesmente-complicado_1

Bem, mas a história é de uma mulher (Jane, Merysl Streep) madura e mãe de 3 filhos já adultos, que vivia sua vidinha tranquila e sem graça, mas também sem atropelos, sem surpresas, sem emoções. Até o dia em que, para comemorar a formatura do filho caçula (Luke, Hunter Parrish), precisa viajar para Nova Iorque e lá se encontrar com o ex-marido(Jake, Alec Baldwin), atualmente casado com Agness (Lake Bell), uma moça bem mais jovem que ele, e que tinha sido a responsável pelo fim do casamento dele com Jane há dez anos atrás.

simplesmente-complicado_2

No decorrer das comemorações, Jake descobre que ainda sente atração por Jane e os dois terminam indo pra cama. Só que não fica por aí. Jane passa a ser amante de Jake. Tudo isso sem os filhos saberem até que um dia, ao marcarem um encontro à tarde para transarem num hotel, Harley (John Krasinski), noivo da filha mais velha de Jane (Lauren, Cultkin Fitzgerald) que estava também no hotel junto com a noiva para um almoço, vê os dois entrando no elevador e se beijando. Faz uma cena pra evitar que Lauren também veja e consegue.Em seguida acontece uma cena engraçadíssima mas que não posso contar. (Suspense!….)

simplesmente-complicado_3

Paralelamente a tudo isso, Jane estava fazendo uma reforma em sua casa e contratara um arquiteto (Adam, Steve Martin) para fazer esta reforma e, Adam fica interessado nela embora ela não demonstre muito interesse por ele. Há uma reunião de amigas onde Jane está no meio e, uma delas pergunta se Jane não queria um pretendente da internet que ela não quisera. É uma proposta bem de amiga da onça”, lhe responde Jane pois, se não servia para amiga, como poderia servir para ela? Mas, todas confabulam e decidem que os problemas de Jane só teriam uma solução se ela arranjasse um namorado. Ela estava sozinha há 10 anos e nenhuma mulher poderia sobreviver tanto tempo sem um homem. Nessa conversa entre as amigas, surgem muitos outros diálogos engraçados.

simplesmente-complicado_4

Quando Adam vai à casa de Jane para lhe mostrar o projeto que tinha ficado pronto, ela lhe faz uma observação que me fez lembrar uma conversa que tive na internet há algum tempo. Ela diz que não queria uma pia pra ele e outra pra ela no seu banheiro. Queria uma pia apenas pois, quando olhava no seu banheiro atual a segunda pia, lhe dava tristeza pois lembrava do marido que não estava mais lá com ela. Na conversa mencionada, discutia-se a utilidade e a necessidade de um banheiro pra cada um no caso de morarem juntas duas pessoas. E, considero uma das coisas mais importantes para um casal viver bem é ter dois banheiros na casa ou no apartamento. Dessa forma, não há constrangimentos. Mas Jake termina estragando o romance entre Adam e Jane. Daí em diante não vou mais contar para não estragar o interesse de quem ainda não assistiu ao filme. Mas é muito, muito divertido. Recomendo a todos.

simplesmente-complicado_5

Mereceu 4 estrelinhas.4-estrelas-red

Produção – Estados Unidos
Ano de lançamento – 2009
Duração do filme – 2 horas

Elenco e personagens:
Meryl Streep como Jane Adler
Alec Baldwin como Jake Adler
Steve Martin como Adam Schaffer
John Krasinski como Harley
Lake Bell como Agness Adler
Mary Kay Place como Joanne
Rita Wilson como Trisha
Alexandra Wentworth como Diane
Hunter Parrish como Luke Adler
Zoe Kazan como Gabby Adler
Caitlin Fitzgerald como Lauren Adler
James Patrick Stuart como Dr. Moss
Blanchard Ryan como Annalise
Michael Rivera como Eddie
Robert Curtis Brown como Peter
Peter Mackenzie como Dr. Alan
Rosalie Ward como Alex

Obs. Esta postagem foi originalmente inserida no blog Meu pequeno vício, no qual sou colunista de filmes. Todos os sábados posto lá um filme e os comentários sobre o mesmo e, 15 dias após a postagem, no domingo, posto aqui o que foi originalmente postado lá. Este post foi postado por mim  lá, no dia 26/09/2015.

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

3 ideias sobre “Simplesmente complicado [Filme]

  1. Pandora

    Para mim um filme que tem Meryl Streep no elenco já começa bem recomendado. Ela é muito diva gente! Que mulher é essa?!?! Ai você vem e diz que o filme é cheio de situações hilárias já no primeiro paragrafo. Pronto, tá na lista de “vou vê nas férias!”.

    Caracole, a esposa vira amante do ex-marido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk comecei a ri antes de vê o filme kkkk…. Pelo visto o filme é ótimo mesmo.

    Agora fiquei pensando nessa coisa de dois banheiros. Sempre pensei que casamento pressupunha intimidade e intimidade tem haver com dividir espaços… Mas,eu não entendo nada de relacionamentos, faz tanto tempo que não vivo um que tudo o que penso sobre isso é especulação kkk

    Pandora

    O que tem na nossa estante

    Responder
  2. Joselita

    Engraçado, Pandora, você diz que não tem experiência com relacionamentos, e, no entanto, disse uma grande verdade sobre relacionamento… É muito certo, que casamento é intimidade. É dividir espaço, sim! Só quem não sabe se relacionar é que não sabe dividir espaço. (ou o contrário!) Talvez você não tenha falado com a voz da experiência, mas, falou com a voz da sensatez. Aposto que quem pensa diferente, nunca se deu bem em relacionamento duradouro e feliz. Adorei seu comentário, concordei plenamente. Conheci uma família feliz cuja casa em que vivem só tem um banheiro em comum para o pai, a mãe, 3 filhos, um sobrinho e um neto. E existem casais que têm boas condições financeiras, vivem em apartamento com um banheiro para cada e ainda assim não tem um relacionamento feliz. Quem sabe se eles soubessem dividir espaços, né? Um abraço!

    Responder
  3. rudynalva

    Ei Alberto!
    Assisti esse filme e realmente a atuação da Meryl e do Alec são fenomenais, e gostei da atuação do Steven Martin, embora não seja apenas um filme de comédia, onde ele atua melhor.
    As situações do filme são hilárias, gosto demais da passagem do notebook, ri muito.
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *