O homem de Kiev – John Frankenheimer [Filme online]

Share

Direção – John Frankenheimer

homem de kiev

Diretor muito festejado nas décadas de 1970 e 1980, responsável por filmes como Sete dias de maio (1964), O homem de Alcatraz (1962), Ronin (1998) e O trem (1964), realizou um filme baseado numa história verídica que causou grande mobilização popular em todo o mundo no início do século passado, quando um judeu, Menahem Mendel Beilis, foi injustamente condenado por um assassinato em 1913 na Rússia. O homem de Kiev é o filme online que o Blog Verdades de um Ser oferece de presente de Páscoa para você assistir a ele, ao vir aqui visitar o blog nesta Sexta-feira da Paixão.

homem-de-kiev1

Título original – The fixer

O roteiro é baseado no romance de Bernard Malamud que, por sua vez, se inspirou no caso de Mendel acima citado. Propositadamente ou não, o fato é que, a história torna-se uma versão moderna de vida de Cristo.

homem-de-kiev-2

O longa é um intenso drama psicológico vivido por Yakov Bok (Alan Bates) e, às vezes, filosófico muito bem explorado por Frankenheimer. Yakov abandona sua casa pois sua esposa havia fugido com outro. Ele morava numa fazenda e era, aparentemente, um camponês tranquilo.

homem-de-kiev-3

Deixando sua fazenda vai para Kiev, onde encontra algo bem diferente do que conhecia. Lutas, perseguições, preconceitos sociais. Era dura a sobrevivência. Encontra um amigo que o leva para morar com ele. Certo dia, andando na rua, encontra um bêbado caído na neve e o salva. Era um ricaço anti-semita, que sem saber que ele era judeu, o recompensa com um trabalho e, posteriormente, com um emprego numa fábrica.

homem-de-kiev-4

A filha do patrão se apaixona por ele e quer dormir com ele. Como ele era muito honesto e o antigo contador da fábrica estava roubando o patrão, ele consegue angariar para si toda ira do antigo empregado que perde sua fonte de renda principal (o roubo). Um dia um menino aparece morto perto da fábrica e ele é acusado de assassinato pelo antigo empregado.

homem-de-kiev-5

Yakov é preso e torturado para confessar o assassinato pois, isso incriminaria todos os judeus, o que era vontade do tzar. O promotor acredita na sua inocência e, tenta obter provas que o livrassem das acusações mas, é morto pelas autoridades para que não mais atrapalhasse. Após muitos anos o tzar é obrigado a levar Yakov ao tribunal, pois o caso repercutira em todo o mundo. Só com a morte, poderia ser evitada a tremenda desmoralização. Fazem o possível, insultando-o, para que ele desse uma só razão para ser morto. Yakov resiste e, ao final, é aclamado como heroi pelo povo. Um bom filme, sem dúvida. Mereceu três estrelinhas.estrelasred

 

homem-de-kiev-6

Para assistir a este filme online, leia o que se segue. Peço desculpas pela qualidade da foto mas, tive que inserir as legendas manualmente e, como não disponho de um software licenciado para fazer isso, a cópia ficou com uma inscrição que pode incomodar para assistir ao filme. Mas estou procurando uma outra cópia e, tão logo a encontre, disponibilizarei aqui  para todos.

homem-de-kiev-7

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Para assistir ao filme abaixo, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

full-screen-simbolo

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” na parte superior da postagem ou em XX respostas. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se algém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email abaixo, que tirarei de imediato o filme do blog.

contato-blog

homem-de-kiev-8

homem-de-kiev-9

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desvende a charada para validar o comentário *