Amor em chamas – Robert Greenwald [Filme]

Share

Direção – Robert Greenwald

Robert Greenwald é um diretor norte-americano nascido em agosto de 1943, conta portanto com 74 anos atualmente. Dentre os seus filmes mais conhecidos, encontra-se Xanadu (1980). Seu trabalho é mais focado em documentários, tendo se destacado em filmes mostrando a guerra do Iraque e da eleição presidencial de George Bush em 2000 quando disputou com o candidato democrata Al Gore, vencendo por uma pequena margem de diferença de 0,5% dos votos, o que representava na época, pouco mais de meio milhão de votos.

Amor em chamas, Robert Greenwald

A história do filme

O filme narra em flashes, a história de um casal nova-iorquino que sofre com as inconstâncias e dificuldades de relacionamento. As idas e vindas do amor, brigas e reconciliações. Os dois não conseguem viver juntos após 2 anos de convivência mas, também não conseguem se separar. Há uma química maravilhosa entre eles e os dois quando se juntam, vão pra cama e fazem o sexo ser maravilhoso e satisfatório. O final do filme é bem interessante.

Dados técnicos do filme

Produção – Norte-americana
Título original – Breaking up
Direção – Robert Greenwald
Ano de lançamento – 1997
Gênero – Comédia dramática romântico psicológica
Elenco e personagens:
Russell Crowe como Steve
Salma Hayek como Monica
Abraham Alvarez como Pastor
Carlo Corazon como Treinador do Ginásio
Marty Granger como Namorada de Steve

Amor em chamas, Robert Greenwald

Minha opinião sobre o filme

Assisti a este filme esta semana pelo Netflix. E não esperava muito, como realmente aconteceu. Mas, me deliciei vendo a imagem de Hayek na tela, em cerca de, pelo menos, 70% das cenas.

O filme é bem fraquinho, pois não tem uma sequência. E o diretor não realiza um grande trabalho, a despeito dos desempenhos magistrais dos protagonistas, pecando pelas improvisaões. No entanto, o filme vale pela beleza estonteante de Salma Hayek, a mesma de Frida (2002) que a consagrou, sendo indicada ao Oscar e ao Globo como Ouro de Melhor atriz por seu trabalho.

Salma Hayek

O trabalho dos protagonistas é exemplar e Salma Hayek tem sua beleza bem explorada pelas câmeras de Greenwald. Russell Crawe, o mesmo de Uma mente brilhante (2001) e Prova de vida (2000), não fica atrás. O casal se harmoniza muito bem em cena e, há algumas muito gozadas. Merece destaque, por exemplo, uma cena em que os dois estão dormindo juntos e Mônica (Salma Hayek) fica deslizando para cima de Steve (Russell Crowe) e sobe em cima dele, ficando com seus cabelos fazendo cócegas no nariz de Steve, sendo finalizado por uma queda dos dois da cama. É deliciosa essa cena.

Minha cotação

Minha cotação para este filme é de três estrelinhas. Salma Hayek

 

Salma Hayek

The following two tabs change content below.
Alberto Valença nasceu em Olinda - PE. Sempre gostou muito de escrever, sendo a leitura um de seus divertimentos preferidos. Com quatro graduações concluídas, o autor enveredou por várias áreas do conhecimento. Em 1973 concluiu Licencitaura em Física pela UFPE, em 1980 concluiu Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo com especialização na área de Psicologia Escolar. em 1999 bacharelou-se em Direito e, no mesmo ano, foi aprovado na OAB-PE exercendo a profissão por dez anos. Publicou em 2014 um poema numa antologia e, agora, publica 15 poemas em outra antologia. Desde a infância gostava também de cinema e, em 2006, criou o blog Verdades de um Ser no qual divulga seus textos e comenta sobre literatura e cinema. Posteriormente, criou também o blog O seu companheiro de viagem, com o qual compartilha suas experiências de viagem oferecendo sempre dicas valiosas para quem quer viajar.
Share

2 ideias sobre “Amor em chamas – Robert Greenwald [Filme]

  1. luma rosa

    Oi, Alberto!
    Obrigada pela vinda ao Luz de Luma. Será um prazer receber sua visita novamente. Nossos blogues possuem quase a mesma idade! (rs*) Acho que temos muitos pontos a desenvolver em nossa conversação sobre autoria e seria necessário um novo post para reescrever as opiniões que distintivamente cada um tem sobre o assunto. Que tal escrever sobre?
    Procurei pela foto que citou no “Luz” e não encontrei. Nesse caso a autoria é válida quando a foto tem registro de data. No seu caso, o post em questão. Por isso sempre é bom colocar uma linha d’água nas fotos. Também tive várias fotos copiadas antes de adotar a linha d’água, ao ponto de um plagiador ir ao meu blogue dizer que eu havia cometido plágio (da minha própria foto). Quanto aos textos… ichi!! Que chateação!! (rs*)
    Bom final de domingo!!

    Responder
  2. Denise

    Interessante, nao vi este filme, mas parece interessante e quem sabe pose algumas perguntas importantes para cada um de nos. Nao tinha conhecimento sobre este filme, que bom ler sobre ele aqui! Obrigada! Um abraco!
    DenisesPlanet.com

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *