Dia do Blog, ele existe. Você sabia?

Share

Nunca tinha ouvido falar que havia uma data em que se comemorava o Dia do Blog, até ler sobre isso no blog de Denise mas, essa data existe! É o dia 31 de agosto ou seja, 3108 que foi escolhida por causa da semelhança entre a forma como é escrita a data (3108) e a palavra Blog.

Muito interessante! Vejam que realmente, 3 se parece com B, 1 se parece com L, zero se parece com O e 8 se parece com um G, formando assim a palavra BLOG.

Dia do Blog

Ficou convencionado que, nesta data, cada blogueiro deveria postar em seus blogs uma mensagem apontando para seus leitores, outros blogs que considera interessantes para que eles possam conhece-los também, difundindo assim a rede de blogs em todo o mundo.

Como só fiquei sabendo disso na quarta-feira dia 06, estou postando isso com atraso mas, nunca é tarde para se difundir bons blogs. Tenho já na estrutura do meu blog um Blogroll que significa uma Galeria de Melhores Blogs. Lá constam links para os blogs que considero os melhores que conheço e que sempre visito. É portanto, uma indicação permanente. Está na aba lateral do blog. Dê uma olhada.

Mas, cumprindo o que determina o Dia do Blog, vou aqui citar, ou melhor, destacar, dentre os doze blogs da minha lista no meu Blogroll, os meus preferidos. Nas citações abaixo, incluirei também o link para os blogs destacados.

Blogs em Destaque

O primeiro deles é o blog de Marli, por ter sido um dos primeiros blogs que tive contato e mantenho uma amizade com ela até hoje. Blogosfera da Marli.

O segundo que considero mais importante da lista é o blog da Denise. Não só pela atenção que ela dedica ao meu blog, mas pela qualidade das informações contidas no blog dela. Alem do fato de ser um blog em inglês, apesar de ela ser brasileira. Torna-se assim, também, uma forma de eu treinar meu inglês. O blog é Denise’s Planet.

E para terceiro, ficam empatados os blogs de Sérgio Vaz e o do Moacir Zenon. Estes blogs são sobre cinema. O primeiro sobre críticas apenas. O segundo, disponibiliza os filmes online e, foi por causa deste último, que passei a dispinibilizar também aqui no Verdades de um Ser os filmes online que você recebe todas as sextas-feiras. (ou quase todas). O blog do Sérgio é 50 anos de filmes e o do Moacir é FilmesAntigos.TV .

Além, é claro, do meu blog de viagens, que foi um desdobramento deste blog que este mês está completando 11 anos de existência. Pois é, o blog Verdades de um Ser está completando aniversário este mês. Dia 30 de setembro completa 11 anos de sua primeira postagem. Mas o blog que quero falar é O seu companheiro de viagem. Trata-se de um blog onde você encontará muitas dicas para suas próximas viagens.

Visite estes blogs que você terá muita satisfação.

Dia do Blog

PS – Aproveito ainda para mencionar o blog de onde tirei uma das imagens que ilustram esta postagem. Trata-se do blog Mais de 49 e daí? cujo link encontra-se na imagem lá de cima. A primeira que direciona para o blog de onde a tirei.

Agradeço a Sissi a criação da imagem.

Share

O rato na lua – Richard Lester [Filme online]

Share

Direção – Richard Lester

Ainda com o Festival Richard Lester, diretor inglês responsável pelos dois primeiros filmes dos Beatles, hoje o blog Verdades de um Ser traz para você ver mais um filme online deste diretor. Trata-se de um filme raro e bem divertido – O rato na lua.

Richard Lester

Este festival de Richard Lester que o blog Verdades de um Ser está promovendo é comemorativo do aniversário de 49 anos do lançamento deste mesmo festival no Cinema de Arte Coliseu, do Recife, que promoveu este mesmo festival no passado.

Richard Lester

Informações sobre o filme

Este filme é a continuação de um outro produzido em 1959, O rato que ruge de Jack Arnold, com Peter Sellers e Jean Seberg. O filme foi baseado no livro homônimo de Leonard Wibberley lançado em 1955.

Richard Lester

Trata-se de uma ficção que satiriza as relações entre os países. Um  micro-estado da Europa chamado Grande Fenwick resolve empreender uma corrida espacial e convence os norte-americanos e os russos a participarem disto. Secretamente, eles desenvolvem um motor cujo combustível propulsor é o vinho que eles tinham em abundância na região.

O filme satiriza a corrida espacial, a guerra fria e as relações internacionais. Mereceu quatro estrelinhas.

Richard Lester

Dados técnicos do filme

Título original – The mouse on the moon
Direção – Richard Lester
Produção – Inglaterra e Irlanda do Norte
Ano de lançamento – 1963
Duração do filme – 1 hora e 22 minutos
Elenco e personagens:
Margaret Rutherford ………………… Gran Duquesa Gloriana XIII
Ron Moody Primeiro ………………… Ministro Rupert Mountjoy
Ed Bishop …………………………………. Astronauta americano
Ernest Blyth ……………………………… Dignatorio do navio
John Bluthal ……………………………… Von Neidel
John Wood ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,, Fazendeiro
Kevin Scott ……………………………….. Jornalista Americano
Terry Thomas …………………………… Maurice Spender

Richard Lester

 

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

 

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Richard Lester

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, será disponibilizado o filme Robin e Marian, finalizanbdo assim, a comemoração do aniversário do festival de Richard Lester no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos.

Richard Lester

Share

A bossa da conquista… e como consegui-la – Richard Lester [Filme online]

Share

Direção – Richard Lester

Richard Lester, diretor inglês responsável pelos dois primeiros filmes dos Beatles, realizou esta obra-prima do cinema baseando-se na peça homônima de Ann Jellicoe. Conquistou a Palma de Ouro em Cannes no mesmo ano do seu lançamento.

Richard Lester

Sobre o filme

Richard Lester, auxiliado por uma belíssima música de John Barry, realizou uma das mais belas obras da sétima arte a que já assisti. É uma comédia leve, agradável, com cenas muito divertidas, com um toque satírico levando quase ao ridículo os costumes da época.

Richard Lester

É um filme muito raro e, o blog Verdades de um Ser está lhe oferecendo a chance de ver ou de rever esta obra magnífica do cinema britânico. Só pela música que é escutada ao longo de quase todo o filme, já compensa o tempo que você passará assistindo a este filme. E você poderá ver este filme online quantas vezes quiser pois, ele ficará disponível aqui a partir de hoje. Espero que você goste. Lembre de deixar um comentário após ver o filme para enriquecer o blog com a sua opinião, críticas ou sugestões.

Richard Lester

Dados técnicos do filme

Título original – The knack… and how to get it
Direção – Richard Lester
Produção – Inglaterra
Ano de lançamento – 1965
Duração do filme – 1 hora e 25 minutos
Música – John Barry
Elenco e personagens:
Rita Tushingham – Nancy Jones
Michael Crawford – Colin
Ray Brooks – Tolen
Donal Donnely – Tom
John Bluthal – Padre
Wensley Phitey – Professor
Charlotte Rampling – extra
Jacqueline Bisset – extra
Jane Birkin – extra

Richard Lester

 

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, será disponibilizado o filme O rato na lua , ainda em comemoração ao aniversário do festival de Richard Lester no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos.

Share

Help! – Richard Lester [Filme online]

Share

Direção – Richard Lester

Seguindo com o Festival Richard Lester em comemoração ao aniversário do lançamento deste festival no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos. Estou disponibilizando os mesmos filmes que foram oferecidos naquele cinema no festival mencionado: Os reis do iê, iê, iê; Help, A bossa da conquista… e como consegui-la e Um rato na lua. Mas, além destes, vou oferecer também, através do Blog Verdades de um Ser, o filme Robin e Marian, deste diretor.

O filme

Help! foi o segundo filme dos Beatles. Foi lançando também, a exemplo do primeiro, oferecido aqui neste blog na semana anterior, que pode ser encontrado clicando no link no título do filme acima. O filme foi lançado em 29 de julho de 1965. Faz portanto, exatamente 52 anos de seu lançamento.

Desta vez, Richard Lester realizou um filme colorido. Os locais de locação escolhidos, além de Londres foram as Bahamas e os Alpes Suíços.

Ao contrário do anterior, este tem um enredo. Os Beatles fogem dos seguidores de uma seita indiana que desejam o anel usado por Ringo Starr, o baterista do conjunto. 

Dados técnicos do filme

Título original – Help!
Direção – Richard Lester
Ano de lançamento – 1965
Produção – Inglaterra
Duração do filme – 1 hora e 32 minutos
Elenco: Os Beatles – John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr – além dos atores Leo McKern, Eleanor Bron, Victor Spinetti, John Bluthal e Roy Kinnear

Canções cantadas no filme

“You’re going to lose that girl”
“You’ve got to hide your love away”
“Ticket to ride”
“The night before”
“I need you”
“Another girl”
“Help!”

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

 

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, será disponibilizado o filme A bossa da conquista… E como consegui-la , ainda em comemoração ao aniversário do festival de Richard Lester no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos. Este filme conta com uma música de John Barry que é uma das mais belas que já ouvi de um filme.

Share

Os reis do iê, iê, iê – Richard Lester [Filme online]

Share

Direção – Richard Lester

O  diretor norte-americano Richard Lester, que trabalhou, basicamente no cinema britânico. Seus trabalhos mais conhecidos são com os Beatles. Ele foi o diretor deste primeiro e do segundo filme dos Beatles na década de 60 do século passado. Tornou-se, por causa deste filme – Os reis do iê, iê, iê, o pai da Grande Angular para cenas ao vivo. Posteriormente, realizaria um dos mais belos filmes sobre a juventude e com uma das mais belas músicas para cinema que já ouvi, composta por John Barry.

Richard Lester e os Beatles

Richard Lester e os Beatles

Lester no início de sua carreira trabalhou como contra regra e assistente de direção na televisão, tendo em pouco mais de um ano depois estreado como diretor com o filme Action in the afternoon, um faroeste norte-americano. Após realizar um filme com Peter Sellers (The running jumping), que era o favorito dos Beatles, foi escolhido por eles para uma espécie de campanha publicitária. Foi assim que surgiu Os reis do iê, iê, iê, filme despretensioso que terminou se tornando um grande marketing para a banda britânica. É um filme em preto e branco que reúne as principais músicas dos Beatles no início da carreira.

Richard Lester e os Beatles

Na Wikipédia encontramos muitas informações sobre a relação de Lester com os Beatles, inclusive uma relação de amizade mencionada entre ele e Lennon e Paul McCartney.

No ano seguinte, Richard Lester ganharia a Palma de Ouro em Cannes pelo filme “A bossa da conquista” já mencionado. Logo após, em 1965 ele realiza o segundo filme com a famosa banda. Desta vez em colorido.

Richard Lester e os Beatles

 

Dados técnicos do filme

Título original – A hard day’s night
Direção – Richard Lester
Ano de lançamento – 1694
Preto e branco, documentário
Atores e personagens:
John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr interpretando eles próprios.Richard Lester e os Beatles

Músicas cantadas no filme:

  • A Hard Day’s Night
  • Can’t Buy Me Love
  • And I Love Her
  • I Should Have Known Better

Richard Lester e os Beatles

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Richard Lester e os Beatles

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, será disponibilizado o filme Help, ainda em comemoração ao aniversário do festival de Richard Lester no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos.

Richard Lester e os Beatles

Share

Com 007 viva e deixe morrer – Guy Hamilton [Filme online]

Share

Com 007 viva e deixe morrer

Este é o primeiro filme de 007 vivido pelo ator Roger Moore. Com 007 viva e deixe morrer, Guy Hamilton juntamente com Tom Makiewicz, o roteirista, imprimem uma nova dinâmica para os filmes de James Bond. A começar pela introdução de personagens negros e num cenário dominado pelos negros como Nova Orleans e Nova Iorque.

Guy Hamilton

Minha opinião sobre o filme

Não assisti ainda a este filme completo e, por essa razão, vou ficar devendo a manifestação da minha opinião. Mas como deveria postá-lo aqui no blog estou disponibilizando o filme apenas com seus dados técnicos. Posteriormente, quando eu assistir a ele, postarei aqui maiores informações. Por hora fica apenas a informação de que é o oitavo filme da série 007 e as outras notícias mencionadas acima.

Dados técnicos do filme

Título original – Live and let die
Direção – Guy Hamilton
Duração do filme – 2 horas e 01 minuto
Ano de lançamento – 1973
Música – Paul McCartney e George Martin
Elenco e personagens:
Roger Moore – James Bond
Jane Seymour – Solitaire
Yaphet Kotto – Dr. Kananga e Mr. Big
Julius Harris – Tee Hee Johnson
Geoffrey Holder – Baron Samedi
Clifton James – Xerife J.W. Pepper
Gloria Hendry – Rosie Carver
Madeline Smith – Miss Caruso
Bernard Lee – M
Lois Maxwell – Miss Moneypenny
David Hedison – Felix Leiter

Observação:

Este filme era para ter sido postado na última sexta-feira de julho mas, por problemas técnicos, só hoje o estou fazendo. Peço desculpas pelo atraso.

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, será disponibilizado o filme Os reis do iê, iê, iê, em comemoração ao aniversário do festival de Richard Lester no Cinema de Arte Coliseu há 49 anos.

Share

Uma poesia minha premiada

Share

Poesia minha premiada

Poesia premiada não é para todos. Merece sempre destaque. Fico feliz em compartilhar com tod@s que visitam este blog uma poesia minha premiada com o segundo lugar num júri popular da CPP – Casa dos Poetas e da Poesia. Agradecido e surpreso, exibo o diploma e o meu poema a seguir.

Poesia minha premiada

Poesia minha premiada

Soneto do Casamento desejado

 

Por todo amor que durante a vida te dediquei,
quero com esta aliança nossa união selar.
Não te posso fazer este pedido sem exaltar
todo carinho que ao teu coração supliquei.

Não quero ouvir nada além de um sim
E não quero que fiques desse jeito assim
Nesse momento eu só quero festejar
Nosso amor que de brilho a vicejar

Não impede que cantemos a comemorar
Esta data que nossa vida vai marcar.
E com uma prece, em oração, abençoar.

Nada mais te posso com carinho ofertar
Mas a alegria que em teu rosto vi enfim,
É como as flores que nascem em meu jardim.

Versos de Alberto Valença Lima. Protegido pela Lei n. 9.610 de 19/02/1998.

Poesia minha premiada

Clique na imagem para ampliá-la

Poesia minha premiada

Não esperava obter uma classificação tão destacada ao participar deste concurso da CPP. Fiquei surpreso hoje ao constatar que havia sido distinguido com o segundo lugar no citado concurso e ganhei o belo diploma que é exibido mais acima.

Recebi lá vários elogios e, transcreverei alguns aqui, para compartilhar isso também com vocês. CPP

A poetisa Marsoalex escreveu:

Marsoalex 26 de Julho de 2017 as 9:46pm
Lindos versos, Alberto! Belíssima tala poética! Bjs

A poetisa Edith Lobato, uma das administradoras da casa escreveu:

Edith Lobato 22 de Julho de 2017 as 9:59pm
Lindo e romântico soneto.
Bela obra, Alberto.
Parabéns!

O poeta Edvaldo Rofatto escreveu:

A alegria do rosto dela comparada às flores do seu jardim! Está aí, Alberto, uma bela imagem resumitiva da beleza do seu soneto! Um abraço!

A poetisa Angélica, também uma das administradoras da casa escreveu:

Teus versos encantam meu coração e fazem minha alma jubilar. Parabéns!! DESTACADO!!!

 

A tod@s fico muito grato. Espero que vocês também apreciem. E deixem seus comentários para que eu saiba também o que acharam. Basta clicar lá no iniciozinho da postagem (acima do lado esquerdo).

Share

Busca implacável – Pierre Morel [Filme online]

Share

Direção – Pierre Morel

Pierre Morel era um desconhecido cineasta francês que ganhou fama ao ser convidado por Luc Besson, outro famoso cineasta francês, este responsável pelo roteiro, e que produziu este primeiro filme da trilogia Busca Implacável, ou Taken no norte-americano. Apesar do filme ser francês, não consegui obter o título original do país produtor.

Aviso e alerta

Este filme já foi postado anteriormente aqui no blog Verdades de um Ser mas, estou postando-o novamente para poder postar também o filme para você assistir a ele online. Teço alguns comentários que nao constam na postagem anterior, razão pela qual sugiro que você dê uma conferida nela. A postagem é de 2015, 18 de janeiro. Clique no link.

Sobre o filme

Sob a direção de Pierre Morel , Liam Neeson vive o personagem Bryan Mills, um ex-agente do serviço secreto norte-americano, que abandonara o emprego para ficar mais perto da filha, Kim, que está com 17 anos. Ela deseja viajar para Paris com uma amiga mas precisa da autorização do pai para isso por ser ainda menor. Ele está separado da mãe dela, que arma uma armadilha junto com a filha, para ele conceder a autorização.

Apesar de contrariado e acreditando que não seria uma boa idéia, termina por autorizar. Impõe, no entanto, várias regras para serem respeitadas pela filha para esta concessão. Ela teria que levar um telefone com créditos para ligar para o pai todas as noites antes de dormir, logo que chegasse lá ligaria para ele e forneceria a ele o endereço de onde estavam e, caso fossem mudar deveriam informar a ele antes.

Logo ao chegarem elas são sequestradas por um grupo de traficantes e ele, o pai, logo descobre tudo. Viaja para Paris para resgatar a filha. Um dos diálogos mais impressionantes do filmes é quando ele diz para um dos traficantes pelo celular: “Não sei o que vocês são. Não sei o que querem. Se querem um resgate, eu não sou rico. Porém, possuo habilidades muito especais. Habilidades que adquiri durante uma longa carreira. Habilidades que me tornam um pesadelo para gente como vocês. Se soltarem a minha filha, tudo termina aqui. Não irei procura-los nem persegui-los. Caso contrário, irei atrás de vocês. Eu os encontrarei e os matarei. E o outro, do outro lado da linha diz: “Good luck”, isto é, Boa sorte!

O filme, ao contrário do que muitos pensam, não é norte-americano. É francês. Apesar do título em inglês, o filme se passa em Paris, o diretor é francês, o roteirista é francês, o produtor é francês mas o filme parece norte-americano. Mas não é. Consegui descobrir o título original que não é original – L’Enlèvement. No próprio site do filme em francês, eles registarm que o título original do filme é Taken. Não entendo o por quê.

 

Dados técnicos sobre o filme

Título original – Taken
Direção – Pierre Morel
Produção – França
Ano de lançamento – 2008
Elenco e personagens:
Liam Neeson como  Bryan Mills
Maggie Grace como Kim Mills
Famke Janssen como Lenore
Xander Berkeley como Stuart
Katie Cassidy como Amanda
Leland Orser como Sam
Olivier Rabourdin como Jean-Claude
Holly Valance como Sheerah
Jon Gries como Casey
David Warshofsky como Bernie
Nathan Rippy como Victor
Camille Japy como Isabelle
Nicolas Giraud como Peter
Arben Bajraktaraj como Marko Hoxha
Gérard Watkins como Patrice Saint Clair

 

LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO COM ATENÇÃO

Se você chegou até aqui através da página Compartilhando minhas verdades [Filmes online] você já deve ter lido as instruções abaixo. Basta então seguir àquilo que você já leu naquela página. Caso tenha vindo até aqui diretamente pela postagem, leia com atenção o restante das instruções.

Instrução adicional

Para assistir aos filmes deste blog você deverá estar inscrita(o) no Vk, site onde estão hospedados todos os filmes que aqui são disponibilizados. Após o registro no Vk , que você só precisa fazer uma vez, sempre que você for assistir a algum filme deverá primeiro fazer o login com seu email ou telefone registrado e a senha usada no registro. Para se registrar ou fazer login, acesse o link ao lado. Registro no Vk.

Para assistir ao filme abaixo, após ter feito o login no Vk, você deve clicar na setinha para direita. e logo em seguida clicar em pausar. Espere para carregar o filme aguardando algum tempo. Dependendo da velocidade de sua conexão, isto poderá levar de 5 a 10 minutos, até que o filme seja carregado. Depois desse tempo clique na setinha novamente para parar a exibição. Aguarde então alguns minutos mais, enquanto os próximos minutos do filme são carregados. Você verá a linha do tempo sendo preenchida. Quando ela estiver preenchida até perto da metade, pode dar início novamente à exibição.

Se a espera for maior do que este tempo, sugiro que reduza a resolução para 240p. Isto irá baixar a qualidade da imagem, ou então, espere mais tempo. Provavelmente, neste caso, se você não baixar a resolução, haverá interrupções ao longo da exibição. Porém se a velocidade de sua conexão estiver boa, aumente a resolução conforme desejar para usufruir de melhor qualidade.

Recomendações

Ajuste o áudio conforme sua conveniência no próprio player do filme e no seu sistema operacional. É recomendável a utilização de fones de ouvido para apreciar melhor os sons do filme. Você também pode assistir ao filme em tela cheia, basta clicar na setinha (semelhante à figura abaixo) do lado inferior direito.

Depois de assistir ao filme, pode fazer um comentário sobre ele. Até peço que o faça. Será muito útil. Não só para mim, que poderei avaliar como está repercutindo meu esforço, como também para outros visitantes, que poderão saber opiniões de outras pessoas sobre o filme a que irão assistir (ou não).  Basta clicar em “Deixe um comentário” ou “xx resposta(s)” no início da postagem no canto superior esquerdo. Boa diversão.

IMPORTANTE

Este blog não tem fins lucrativos. Não recebo nada pelo que ofereço, além da satisfação dos leitores. No blog não tem propaganda de nenhuma espécie. Não tenho intenção de infringir a lei. Se alguém se sentir prejudicado em seus direitos autorais, basta me enviar uma mensagem pelo email que tirarei de imediato o filme do blog.

Peter R. Hunt

Filme da próxima sexta-feira

Na próxima sexta, o Blog Verdades de um Ser estará oferecendo mais um filme online para você ver e se divertir. Desta vez, por ser a última sexta-feira do mês, será disponibilizado mais um filme da Saga James Bond, o agente 007. Com 007 viva e deixe morrer com Roger Moore que pela primeira vez, interpreta o agente 007 no cinema.

Share

Vítima da sedução – Stephen Metcalfe [Filme]

Share

Direção – Stephen Metcalfe

Neste maravilhoso filme com Sharon Stone e Billy Connolly, Stephen Metcalfe realiza uma obra digna de aplausos.

Hoje acordei cedo, 3 horas da manhã. Não queria levantar mas, ficar na cama só por ficar, não faz o meu estilo. Levantei, comi alguma coisa, abri meu Kindle e li umas poucas páginas de um dos sete livros que estou lendo – A livraria mágica de Paris. Logo o coloquei de lado. Não queria ler. Queria outra coisa.

Liguei para o meu amor para lhe dar bom dia. Eram cinco horas da manhã. Conversamos alguns minutos… Ela estava uma delícia! Dengosa, sedutora, provocante, preguiçosa… Desliguei o telefone. Entrei  no Now e resolvi procurar um filme. Acessei o Claro Vídeos e selecionei o gênero comédia. Não sem antes passar pelos de  Aventuras e Clássicos. Ao passar por Vítima da Sedução, que tem uma capa que se destaca dentre as demais, por ter em close o rosto de Sharon Stone, resolvi escolhê-lo. Não acreditava que seria um filme tão marcante. Pensava que assistiria a mais um filme comum a explorar a beleza da atriz.

Sobre o filme

Ledo engano. O filme é magnífico! Um desses raros filmes que lhe deixam pensando, refletindo… Durante e após o filme. Uma história comum, simples, mas contada com maestria por Metcalfe que a escreveu e dirigiu. Hush (Sharon Stone) é uma stripper viciada em apostas. Joe (Billy Connolly)) é um homem diferente, especial, fasciante, desses que conquistam fácil todos à sua volta apenas por existir.

Descobre que sua esposa está lhe traindo, após vir do médico que lhe diz que ele está com um tumor na cabeça e precisa operar em no máximo dois meses. Ao voltar para casa mais cedo, encontra a esposa em sua cama,  transando com outro homem. Eles se separam e ele resolve experimentar coisas novas. Vai até um hipódromo e aposta em um cavalo. Ganha um milhão e meio de dólares que ele doa para duas freiras que passavam na rua, para surpresa e decepção de Hush que acreditava que ele iria lhe dar o dinheiro.

Os dois se envolvem e ele, sem dificuldade, conquista os filhos dela. Uma garota negra com cerca de 15 anos e um menino que não fala nada com cerca de doze. Em poucos instantes de convivência, transforma-os em seus maiores admiradores.

Ela deve dinheiro a mafiosos e rouba dele para usar o dinheiro para se livrar da dívida e da perseguição. Foram US$ 4.000.

Daí em diante, é uma sucessão de acontecimentos, que envolvem conquista, sedução, caráter surpresas, sofrimento, amor, relacionamento entre pais e filhos, inocência, belezas…

Dados técnicos do filme

Título original – Beautiful Joe
Direção – Stepehen Metcalfe
Produção – Norte-americana
Duração do filme – 1 hora e 48 minutos
Ano de lançamento – 2000
Música – John Altman
Elenco e personagens:
Billy Connolly como Joe
Sharon Stone como Hish (Alice)
Dillon Moen como Lee Mason
Erin Wright como Ashley
Gil Bellows como Elton
Ian Holm como George The Geek
Jurnee Smollett como Bell Vivien Mason
Sheila Paterson como Mrs. O’Malley

E eu não posso dizer mais. Apenas que o filme me deixou maravilhado e o recomendo a você que não se arrependerá do tempo que dispender para vê-lo: quase duas horas.

Mereceu cinco estrelinhas sem nenhum favor. 

 

 

Share

Uma nova resenha do meu livro

Share

 

O livro Palavra é Arte é uma coletânea de poesias feitas por vários autores que apesar de falar sobre vários temas, são temas que tocam nosso coração, temas que fazem nos sentir bem, nos causam conforto, e as vezes nos dá até um beliscão no coração. Teve poema que me fez chorar de saudade, em outros eu chorei porque tive medo de alguns pontos no meu futuro, são coisas que a gente sabe que vão acontecer mas não estamos preparados.
Falar agora desse livro me causou certo frio na barriga e uma leve lágrima no canto do olho por ter tocado totalmente sentimentos que as vezes estão escondidos.

Eu recomendo esse livro porque em um trabalho só, você tem uma visão mista de várias pessoas que assim como você pensam diferente também, pessoas que tem sentimentos escondidos como o seu, pessoas que são poetas e que de alguma forma tentam passar a sensação em cada palavra escrita.
O livro é aquele que pode se passar 10 anos, quando eu olhar pra ele eu vou sentir tudo de novo. Que pena que eu não tenho ele em físico para abraça-lo toda vez em que meu olho bater nele, mas vou guarda-lo pra sempre nos arquivos do meu Kindle.

E aqui, deixo meu muito obrigado ao Alberto Valença (um dos autores do livro) por ter insistido para que eu lesse essa obra tão simples e forte ao mesmo tempo.

A nova resenha publicada no Instagran

(Clque para lê-la diretamente na fonte)

 

Share